16/11/2018 91983732733

Polícia

O massacre de columbine

Por Planeta Pará 08/11/2018 às 07:42:56

 Em 20 de abril de 1999, os adolescentes Dylan Klebold e Eric Harris concretizaram um plano macabro planejado há meses. "Hoje é o dia em que o mundo acaba", Eric disse a Dylan.

A dupla invadiu a escola em que estudavam, na cidade de Littleton, Colorado, e abriu fogo contra outros estudantes, professores e funcionários. O pânico se instalou e a ação chamou atenção da mídia. O mundo inteiro acompanhou, estarrecido, imagens de jovens saindo aos prantos ou ensaguentados do colégio, enquanto pais desesperados, agentes da lei e ambulâncias os aguardavam do lado de fora.

OS ASSASSINOS:

Dylan Bennet Klebold (1981-1999): Educado por uma família luterana de Lakewood, Colorado, era um estudante tímido, mas participativo, que ajudava a fazer manutenção no servidor dos computadores da escola.

Eric David Harris (1981-1999): Diagnosticado depois do incidente como um típico psicopata, nasceu em Wichita, Kansas, filho de um piloto da Força Aérea americana. Sociável, cuidava do visual e não perdia uma festa.


O desespero e o terror dos estudantes e funcionários da escola perdurou aproximadamente 40 minutos, quando, por volta das 12h08min, os assassinos se suicidaram, colocando um ponto final ao macabro episódio que tornou a Columbine High School mundialmente famosa.

O dia após o crime 

O massacre teve uma repercussão tão grande que no dia seguinte o Presidente dos Estados Unidos à época, Bill Clinton, afirmou, em entrevista, que o país estava em choque. O colégio ficou fechado por um grande período até o momento em que apurou que o prédio não havia mais bombas escondidas.

Fato é que mesmo com a reabertura do colégio e a retomada das atividades escolares, Columbine nunca mais foi a mesma. Sua história foi manchada com sangue, um sangue eternamente gravado no coração e na memória das vítimas do massacre e de seus familiares.

Devemos ser mais atentos como pai e mãe,como professor,amigo e não deixar passar os alertas despercebido de que algo está errado com a pessoa que conhecemos.

Como na série 13 reasons why,a menina se matou,mas poderia ter matado os colegas da escola que viviam fazendo bullying com ela.

É apenas uma série,ficção e não devemos levar tudo ao pé da letra.

Devemos sim,muita coisa ocorre debaixo dos nossos olhos,ao nosso redor e ninguém percebe ou simplesmente não quer olhar porque não se importa.

Não sejamos indiferentes aos outros sejam eles como forem,procure ajuda para os seus filhos,pois muitos estão doentes na alma,pedem socorro e não são notados por aqueles que deveriam amar e cuidar deles.


Que a paz esteja nas famílias de cada pessoa que perdeu alguém nesse massacre e em todos os outros e em cada lugar,seja a morte  da meneira que for.


Amor,Gratidão e fé.

Débora Barroso


comentários
60406910-1