Deixamos espaços que não podemos dar', frustra-se Balbuena

Deixamos espaços que não podemos dar', frustra-se Balbuena

A frustração com a maneira como o Paraguai cedeu o empate em 2 a 2 com o Qatar, em sua estreia pela Copa América, também foi estampada em Balbuena. Na zona mista, do Maracanã o defensor criticou a maneira como a "Albirroja" teve cochilos fatais neste domingo:

- Tínhamos dois gols de vantagem. Mas a gente deixou muito espaço onde não podia, não soubemos controlar a posse bola. E, assim que eles acharam o primeiro gol, a gente acabou deixando empatar. Temos de melhorar, não podemos deixar estes espaços.

Aos seus olhos, o Paraguai fica com lições para a próxima partida:

- Precisamos ter atenção em todos os sentidos. Não dar estes detalhes que podem comprometer o Paraguai. Precisamos ter mais consistência, que foi o que faltou para nós no segundo tempo. 

O defensor valorizou o apoio de torcedores do Corinthians, seu antigo clube:

- Ah, é sempre bom, né? Brasileiros e corintianos têm esta ligação, se falam com respeito de jogadores que passaram por aqui. Sabemos que Paraguai e Brasil estão juntos e, claro, é muito bom voltar ao país - diz o jogador do West Ham., som estar aqui.

Balbuena também enalteceu a presença de seus compatriotas nas arquibancadas:

- Só tenho a agradecer por eles terem vindo. Sabemos que foi muito bom este apoio que tivemos.